SINTAF     -     Sindicato dos Trabalhadores da Actividade Financeira - sintaf@sintaf.pt     -    Telef. 218 124 992

No passado dia 07 de Maio, o SINTAF reuniu com  todos os sindicatos do setor bancário nacional. Esta reunião foi a continuação, reunião iniciada em Lisboa, no dia 22 de Abril. O SINTAF lamenta profundamente o resultado nulo desta reunião que nada beneficia os trabalhadores. 

O SINTAF  está do lado dos trabalhadores e continuará a trabalhar e a contribuir para uma plataforma de entendimento com todos aqueles sindicatos que de forma transparente pretendam uma frente de luta onde se discuta:


- Atualização e aumento dos salários e pensões ;

- Proteção dos fundos de pensões contra a sua degradação financeira por falta de cumprimento das obrigações das instituições financeiras;

- Combate às horas extraordinárias não pagas;

- Combate ao assédio;

- Estabelecer como prática comum o tratamento da Lei mais favorável ao trabalhador;

- 35 horas semanais para todos os trabalhadores;

- Ações de luta a desenvolver contra a degradação dos direitos e salários.

O SINTAF está focado na defesa dos direitos dos trabalhadores. 

O SINTAF considera este tipo de hesitações e divisões validam e agiganta o poder das administrações das instituições financeiras que se autoaumentam,  em percentagens insultuosas para os trabalhadores, que a cada mês, vêm o seu salário tragado pela inflação. Cada vez mais o mês fica comprido e o salário curto.

Coimbra, 07 de Maio de 2024

 

 

Lutar por melhores condições de vida e trabalho.

O trabalho e os trabalhadores têm de ser valorizados e não tratados como peças descartáveis.
A luta dos trabalhadores continua a ser, como sempre, elemento decisivo para resistir, defender, repor e conquistar direitos.
É o primeiro acto de participação sindical de um trabalhador.

Ter voz activa nos locais de trabalho e na sociedade

O SINTAF possibilita aos trabalhadores seus associados ter uma voz activa capaz de representar e defender o colectivo de trabalhadores.
O desequilíbrio existente na relação de forças entre a administração e os trabalhadores é reduzido se estes estiverem sindicalizados.

Combatemos a precariedade

Os trabalhadores com vínculos precários vivem entre o despedimento fácil e a não renovação do contrato de trabalho - são vítimas de ameaças constantes - sujeitos a diversos constrangimentos, chantagens e perseguições - estão mais expostos à exploração laboral e a salários mais baixos. Trabalham e vivem com medo de serem substituídos. A resolução dos problemas dos trabalhadores passa pela sua unidade, organização e pela contratação colectiva que o SINTAF propõe.